15 de jul de 2014

Resenha: Perdida - Carina Rissi





Livro: Perdida
Autora: Carina Risse
Editora: Baraúna
Páginas: 472
Sinopse: Sofia vive em uma metrópole, está habituada com a modernidade e as facilidades que isto lhe proporciona. Ela é independente e tem pavor a menção da palavra casamento. Os únicos romances em sua vida são os que os livros lhe proporcionam. Mas tudo isso muda depois que ela se vê em uma complicada condição. Após comprar um novo aparelho celular, algo misterioso acontece e Sofia descobre que está perdida no século XIX, sem ter ideia de como ou se voltará. Ela é acolhida pela família Clarke, enquanto tenta desesperadamente encontrar um meio de voltar para casa. Com a ajuda do prestativo Ian, Sofia embarca numa procura as cegas e acaba encontrando algumas pistas que talvez possam levá-la de volta para casa. O que ela não sabia era que seu coração tinha outros planos...



Resenha:
A resenha foi feita por Dária Almas, uma amiga minha :)


Logo de início eu me encantei pela capa do livro. Esse ar de princesa moderna sempre me fascina. E o título me sequestrou por completa; logo porque sou uma romântica incurável. E enfim... o ganhei de presente ( uhuuull) e o li em um dia.Agora , vocês podem estar se perguntando: “Okay Dária. Já deu para notar que você amou tudo. Poderia começar o comentário da obra agora? “ E eu respondo: “Claro que sim.”  ( Let’s go! )

Sofia Alonzo é a nossa protagonista. Uma típica mulher contemporânea que vê nas tecnologias a essencialidade da própria rotina e que não possui tempo algum para se dedicar às atividades do coração.(Pelo menos não de uma forma romântica). Tudo segue seu curso, até que um dia ela saiu com sua melhor amiga para um barzinho. Sofia vai ao banheiro do estabelecimento, e acidentalmente, deixa o celular cair na privada. Fica revoltada e praticamente maluca. (CLARO!!! ERA SEU CELULAR DÁRIA ! ) E então decide comprar outro novinho no dia seguinte. Ela vai a uma lojinha e uma mulher particularmente estranha (bem estranha) a convence a comprar uma celular que a primeira vista, é o melhor do mundo. Okay até aí não é anjos?... Rá! Agora que tudo fica bom mesmo. E por que? Bem,...quando nossa querida e hilária Sofia tenta ligar o celular...PUFT! Ela é transferida para o século XIX. Isso mesmo. Uma viagem no tempo. “Mas por que ?” A mulher estranha da lojinha é como uma fada madrinha da nossa protagonista. (Yeah. Fada madrinha). E ela foi a responsável por esse acontecimento.(Nossa *o* )

“Qual objetivo disso, Dária?” A senhora estranha tinha como principal objetivo, fazer com que Sofia melhorasse como pessoa, realizando uma autoanálise , uma jornada de autoconhecimento. E assim, nossa protagonista poderia rever seus ideais. Então vocês me perguntam novamente “Mas por que? “ Bem, a fada madrinha  sabe muito bem que nossa Sofia é uma mulher inteiramente ligada às inovações do mundo atual. Sabe também, que ela passou a não valorizar as pequenas coisas da vida e às vezes, não valorizava as pessoas ao seu redor. (Triste, eu sei L ) Mas agora eu tenho outra surpresa (EBAAA) Sofia é levada ao século XIX não só para isso que acabei de explicar... (Não, não) ...ela encontraria sua alma gêmea também. No caso, o Ian. Ahhhh Ian. A perfeição em pessoa.

Enfim, durante sua permanência num século diferente, nossa princesa vai percebendo o quanto poderia ser feliz e completa vivendo em um mundo desprovido de luxo tecnológico. (Entre outras coisas mais.) Espero que vocês, leitores, percebam que esta obra é um romance profundo, com várias mensagens preciosas. Não irei detalhar as personagens, pois espero que vocês mesmos confiram cada um na sua leitura! E por favor! Confiem em mim! Tia Carina Rissi fez um ótimo trabalho, e “Perdida” é um livro que vai além de qualquer resenha ou comentário. Garantam o exemplar de vocês e confiram!


Resenha de Dária Almas

Nenhum comentário:

Postar um comentário